Filed in Notícias

Jessica Chastain está cansada de ser perguntada sobre mulheres fortes

Jessica Chastain tem interpretado um monte de mulheres bem impressionantes em seu tempo, mas quando pessoas perguntam a ela sobre essas escolhas de papéis, ela fica confusa, porque a decisão é óbvia.

 “Nós precisamos dessas mulheres lá fora, certo?” Ela disse no tapete vermelho do Globo de Ouro. “Mais e mais e mais. Todo mundo continua me perguntando porque eu sempre interpreto essas personagens femininas fortes? Para mim, toda mulher que eu já conheci é forte. Então, é uma questão muito absurda. Porque é como que, eu estou apenas interpretando uma mulher natural, uma mulher de verdade. Eu estou animada para encontrar personagens que desafiam o status quo de como nós imaginamos como as mulheres devem ser. Então é isso que eu vou continuar fazendo, eu espero.”

Nomeada para melhor atriz com a personagem que dá nome ao filme, Miss Sloane, a história de uma lobista de grande sucesso de D.C., Chastain também gravou recentemente Woman Walks Ahead. “Eu interpretei Catherine Weldon,” ela disse, “que era essa mulher em Nova Iorque, 30 anos antes das mulheres terem direito a votar. Ela foi para Dakota e se tornou amiga de Sitting Bull, e eles tiveram uma amizade muito profunda.

Chastain também tem The Zookeeper’s Wife sendo lançado este ano, em que ela encarna a heroína da vida real, Antonina Zabinski. “Ela era uma mulher polonesa que ajudou a resgatar muitos judeus e os salvou. Eu estou tentando encontrar mulheres na história que nós possamos conhecer e celebrar. Eu sinto que nunca aprendi sobre mulheres na história em minha educação. É especial estar aqui por esse papel porque eu amei interpretar uma mulher, agora, que tenta quebrar o sistema político. Eu acho que isso é importante. E também, eu amei que fui indicada nesta categoria com Isabelle Huppert, que é meu ídolo da atuação.

Perguntada se houve um tempo em que conseguir bons papéis era tão difícil que ela sentiu vontade de desistir, ela disse, “Eu quase pintei meu cabelo de loiro, o que eu desisti porque eu estava vivendo em Los Angeles, e eu poderia não conseguir uma audição. Então eu pensei “Bem, todo mundo é loiro aqui, então talvez eu devesse pintar meu cabelo de loiro.” Mas o cabelo vermelho continuou porque, ela diz, “Eu não tinha muito dinheiro. Eu não podia ir em um supermercado e simplesmente comprar um kit para ficar loira. Eu estava com medo de arruinar meu cabelo. Também, eu gostava de ser ruiva. Então eu apenas quis ficar quem eu sou.”

FONTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *